Busca:
Redes Sociais:
  • Praça Rui Barbosa, nº 54 - Centro
    CEP:15400-000
  • (17) 3279-2727

Notícias

Educação

20/03/2017
Olímpia é pioneira no Brasil em projeto de educação do Conselho Britânico

Duas escolas da rede municipal de ensino da Estância Turística de Olímpia foram selecionadas para receber um projeto piloto de educação desenvolvido pelo Conselho Britânico (British Council). O município, que será pioneiro no Brasil, receberá, dos dias 20 a 31 de março, o programa “Core Skills: educação para vida”, que trabalhará as competências socioemocionais do século XXI, com a participação de 76 profissionais da secretaria municipal de Educação e das escolas municipais “Professor Reinaldo Zanin” e “Dona Luiza Seno de Oliveira”.

A contemplação de Olímpia pelo projeto foi uma conquista da Prefeitura, por meio da secretaria de Educação, que candidatou a cidade, a pedido do Prefeito Fernando Cunha. “A proposta do Conselho Britânico foi feita, em janeiro, aos municípios que integram o Arranjo do Desenvolvimento da Educação do Noroeste Paulista (ADE), cujo núcleo é em Votuporanga. Eu analisei a proposta e apresentei ao prefeito que pediu para que abraçássemos a iniciativa. Seis cidades se inscreveram e nós tivemos a sorte de sermos sorteados como pioneiros”, explica a secretária de Educação, Maristela Meniti.

A princípio, apenas uma escola de ensino fundamental no Brasil participaria. No entanto, diante da quantidade de alunos de Olímpia, a diretoria de Educação e Sociedade do Conselho Britânico sugeriu a ampliação para mais uma unidade. O projeto é desenvolvido pela instituição sem custos para o município.

O programa de capacitação está sendo aplicado pelas professoras do Conselho Maria do Carmo Xavier e Renata Ferreira Munhoz, sob a supervisão de Tereza Cristina Antunes Jatobá. O planejamento consiste em discutir com os professores, coordenadores e supervisores, competências essenciais para o desenvolvimento dos alunos, transformando-os em indivíduos prontos para enfrentar os desafios do mundo de hoje, globalmente interconectado. Para isso, durante duas semanas, as monitoras trabalharão dois módulos, sendo eles “Pensamento Crítico e Resolução de Problemas” e “Comunicação e Colaboração”.

O curso tem duração de 40 horas. Após o período presencial, o Conselho Britânico manterá contato virtualmente durante seis semanas para acompanhar a implantação das atividades em sala de aula e, ao término, retornará a Olímpia para avaliar a aplicação aos alunos e concluir oficialmente os dois primeiros módulos desenvolvidos.

“Quero agradecer à secretaria de Educação de Olímpia e às escolas. Esse programa é muito especial porque foi pensado em diversas nações, já foi implantado em diversos países e essa escola nos recebeu de braços abertos para começarmos esse projeto aqui no Brasil”, disse Maria do Carmo, ao iniciar o programa na escola “Prof. Reinaldo Zanin”.

“O tema que está sendo trabalhado é muito pertinente para o contexto que vivemos e a formação do Conselho para nós é um ganho, uma conquista. Agradeço a equipe por ter abraçado junto com a secretaria esse desafio de estar trabalhando em parceria. Com certeza quem vai ganhar são as nossas crianças”, afirmou a secretária de Educação.




ATALHOS