Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
02
02 DEZ 2021
TURISMO
Passaporte da vacinação e baixo índice de casos fortalecem Olímpia como destino seguro para viagens
De olho na alta temporada como principal expectativa para retomada da economia, a Estância Turística de Olímpia, a 430 quilômetros de São Paulo, tem adotado medidas para fortalecer o município como destino seguro para viagens.

Frequentada, principalmente, por famílias, a cidade é nacionalmente conhecida por seus parques aquáticos e temáticos, além de contar com ampla infraestrutura hoteleira, composta por mais de 34 mil leitos que forma a 2ª maior rede em número de leitos em todo o Estado de São Paulo e entre as 10 maiores do Brasil.

A grande oferta de meios de hospedagem faz com que a cidade tenha a capacidade de hospedar milhares de turistas, oriundos de diversos locais do país. Sendo assim, visando atrair visitantes de maneira responsável, o município definiu novas regras de visitação para estabelecimentos e eventos de médio e grande porte, incluindo os empreendimentos turísticos como hotelaria, parques, atrações culturais e de entretenimento, entre outros, que, agora, terão que exigir a comprovação da vacinação ou testagem negativa para autorizar o acesso às dependências dos locais.

A medida foi regulamentada por decreto municipal, assinado pelo prefeito de Olímpia, Fernando Cunha, e começa a vigorar em 10 de dezembro de 2021. Segundo a legislação, para comprovação serão aceitos os cartões físicos de vacinação ou comprovantes digitais emitidos por órgãos oficiais, como a plataforma do Governo Federal – ConectSUS. Em caso de não atestar a vacinação, será aceita ainda a testagem de Covid-19, tipo rápido IGM/IGG ou tipo SWAB, com pesquisa de antígeno ou RT-PCR, com resultado negativo dentro do prazo máximo de 48 horas de validade.

A iniciativa levou em consideração a necessidade de adoção de estratégias e protocolos essenciais para evitar novas cepas e a transmissibilidade da Covid-19, diante do avanço da vacinação e da flexibilização das atividades econômicas, serviços e eventos. As regras chegam ainda para somar ao quadro epidemiológico de constante redução dos índices da Covid em Olímpia que, em novembro, registrou menos de um caso por dia e está há quase 50 dias sem novos óbitos, sendo o melhor cenário desde abril de 2020.

“O passaporte da vacinação é muito mais do que apenas uma medida, é o incentivo de algo que já sabemos, cientificamente, que dá certo: a vacina. São quase dois anos de impacto econômico e vidas perdidas e, agora que temos um cenário de redução do contágio e chegou o momento de retornarmos à normalidade, queremos que seja um processo gradual e seguro, não só para quem visita Olímpia, mas também para os olimpienses. Grande parte da população vacinável está com o esquema vacinal completo e comprovar a imunização é um gesto simples e de grande demonstração de responsabilidade social e coletiva”, afirmou o prefeito Fernando Cunha. 

EXPECTATIVA DA TEMPORADA
O retorno do funcionamento das atividades e serviços turísticos no município foi realizado de forma gradativa com liberação de 30%, 40%, 60% e 80% da capacidade, e desde de setembro, foi autorizada a operação de 100%. As pesquisas da secretaria de Turismo mostram que o município já recebeu mais de 2 milhões de turistas, neste ano, com destaque para o mês de julho, com fluxo mensal de 500 mil visitantes entre hospedados e day use. A visitação nos últimos três meses também tem sido positiva, com média de 300 mil visitantes por mês.

Diante do cenário promissor e da queda nos indicativos da Covid, a expectativa do município para a alta temporada é superar a visitação do fim de ano de 2019 (período antes da pandemia), quando foram registrados mais de 350 mil visitantes em dezembro. O mês, historicamente, apresenta bom desempenho devido às férias escolares e festividades de fim de ano. Somente entre o Natal e o Ano Novo, o município recebeu mais de 150 mil turistas, com ocupação média dos meios de hospedagem acima de 80%.
Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia