Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUN
23
23 JUN 2022
CULTURA
Museu de Arte Sacra abre nova exposição religiosa no feriado do Dia do Padroeiro
enviar para um amigo
receba notícias
O Museu de Arte Sacra e Diversidade Religiosa da Estância Turística de Olímpia apresentará uma nova exposição gratuita ao público. A partir desta sexta-feira, 24 de junho, feriado municipal do Padroeiro da cidade, São João Batista, estará aberta para a visitação a mostra “Devoções Populares: arte sacra, naiff, mística e religiosa”.

Com acervo do colecionador Joaquim Pereira Antunes Filho, e curadoria de Rafael Schunk, a exposição conta com pinturas cusquenhas do século XIX (fase campesina, ao gosto mestiço popular), obras de Dito Pituba (paulistinhas), Waldomiro de Deus, Agostinho Batista de Freitas, Cid Serra Negra, Inácio da Nega, Carlos Bastos, Vincitore, Heitor dos Prazeres, José Antonio da Silva, ex-votos, oratórios de salão de madeira do século XIX e outros materiais, presépio de paulistinhas e presépios populares. O recorte da exposição valoriza peças de devoção popular, relações com a paisagem colonial, a arquitetura sacra, festejos de fé.

Esta exposição estava sendo montada desde o início do mês, em substituição à mostra anterior “A outra África: trabalho e religiosidade”, que faz parte da Coleção Ivani e Jorge Yunes. No período de troca, o Museu ficou temporariamente fechado para a preparação do local.

Serão expostas cerca de 250 obras, com o tema popular sacro e colonial, pinturas e esculturas, oratórios, conjuntos de azulejos da Osirarte pintados por Volpi e Paulo Rossi Osir, entre outros, formadas por nomes consagrados e anônimos do dia a dia da arte popular brasileira.

Joaquim é artista plástico e ex-ferroviário, tem uma grande coleção de arte naiff (pinturas de José Antônio da Silva, Heitor dos Prazeres, Waldomiro de Deus, Kenedy Bahia, anônimos, esculturas populares, ex-votos, etc.), pinturas autorais em temática sacra, oratórios feitos com materiais diversos a partir de temas coloniais e as paulistinhas. O artista já expôs obras no Museu de Arte Sacra de São Paulo e tem obras em acervos de museus na região metropolitana (Barueri e Carapicuíba), além de ser premiado em salões de arte.

Segundo a secretária de Turismo e Cultura, Priscila Foresti, a abertura da nova mostra será marcada por uma breve cerimônia, às 17 horas, com a presença do prefeito Fernando Cunha e apresentação de dança do Godap – Grupo Olimpiense de Danças Parafolclóricas "Cidade Menina Moça". Na sequência, o espaço já ficará aberto à visitação gratuita.

O Museu de Arte Sacra e Diversidade Religiosa está localizado na Rua David de Oliveira, 420 – Centro, e funciona de terça-feira a domingo, das 15h às 21h.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia