Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
30
30 OUT 2017
CONTROLADORIA
Controladoria participa do 1º Fórum Nacional de Controle

Nos dias 26 e 27 de outubro, os servidores da Controladoria Geral da Estância Turística de Olímpia participaram do 1º Fórum Nacional de Controle, em Brasília. Como tema central, o fórum discutiu governança no serviço público, baseado nos 10 passos para governança descritos pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

O trabalho foi apresentado ao Governo Federal e a várias instâncias nacionais e internacionais e busca, essencialmente, contribuir para a superação de desafios que impedem o desenvolvimento econômico e social do país, como má aplicação do dinheiro público, fraudes e corrupção.

 

O primeiro passo, de acordo com o TCU, é a escolha de líderes que possuam competência técnica e idoneidade moral para o exercício de suas funções.

Publicado em forma de manual, em 2014, os 10 passos resumem cerca de cinco anos de trabalho do TCU, tendo à frente o ministro Augusto Nardes, idealizador do fórum. O resultado serviu como base de discussão para a elaboração de Decreto que o presidente da República, Michel Temer, assinará em breve. O dispositivo legal dará diretrizes para a criação de regras de governança que deverão ser aplicadas em todo o Poder Executivo Federal e que serão ampliadas aos Estados e Municípios, por meio de Projeto de Lei com o mesmo objetivo que deverá ser analisado pelo Congresso Nacional.

Os outros nove passos sugeridos pelo TCU defendem o comportamento ético das lideranças de governo; sistema de governança com poderes de decisão balanceados e funções críticas segregadas; modelo de gestão da estratégia nacional que assegure o monitoramento e avaliação de resultados; avaliação das necessidades dos usuários do serviço público; estabelecimento de metas e condições para alcançá-las; ações coordenadas com outras organizações; gerenciamento de riscos e mecanismos de controle interno; auditoria interna independente, que adicione valor à organização; e diretrizes de transparência e sistema de prestação de contas e responsabilização.

De Olímpia, participaram Fabrício Henrique Raimondo, controlador, e Victor Augusto Gomez Daud, chefe do Setor de Apoio ao Sistema de Controle Interno.

Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia