Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
17
17 AGO 2022
EDUCAÇÃO
Atividades da Educação no 58º FEFOL atraem cerca de 7 mil alunos de cidades de toda a região
enviar para um amigo
receba notícias
A programação especial da secretaria de Educação durante o Festival do Folclore de Olímpia tem papel fundamental para o incentivo e preservação da cultura popular brasileira. O importante trabalho, com diversas atividades gratuitas, também foi mais um que teve sucesso de público durante a 58ª edição, inclusive com destaque regional.

De acordo com os organizadores, cerca de 7 mil pessoas, entre alunos e professores participaram das variadas ações. Além das escolas municipais de Olímpia, as atividades tiveram ainda a presença de escolas estaduais, das escolas particulares, dos idosos do Centro Dia e de alunos de outras dez cidades, tanto da região, que incluem Severínia, Guaraci, São José do Rio Preto, Guaraci, Elisiário, Bálsamo, José Bonifácio, Paraíso e Mirassolândia, como também de mais longe, como Tupã e Pompeia.

O grande fluxo de pessoas, neste ano, representa um aumento de 40% em relação ao público registrado em 2019, na última edição presencial, que contabilizou cerca de 5 mil pessoas, comprovando que o Festival tem se tornado referência cada vez mais.

Os alunos envolvidos puderam participar, entre os dias 08 e 12 de agosto (segunda a sexta), de atividades como a Gincana de Brincadeiras Tradicionais na Arena do Recinto do Folclore e a Folclorança, em que as crianças vivenciam brincadeiras antigas, da época dos pais e avós, e até confeccionam brinquedos, incentivando o resgate das tradições. Brincadeiras como corrida do saco, cabo de guerra, bolinha de gude, amarelinha, bito e pião fazem parte da proposta, proporcionando uma experiência diferente do mundo tecnológico que as crianças vivem atualmente.

No mesmo período, foi realizado também o Minifestival, no qual, os alunos da rede municipal apresentaram danças de diversas regiões do país e interagem com os grupos visitantes, confraternizando a cultura. Todas as atividades da Educação no FEFOL são resultado dos projetos desenvolvidos nas escolas durante o ano letivo, com práticas pedagógicas que incluem ensinamentos sobre a cultura brasileira, a diversidade das regiões, ensaios de danças, confecção de adereços, brincadeiras, entre outras propostas, utilizando agora também os tablets, para tornar o ensino ainda mais atrativo e eficaz.

O trabalho diferenciado de Olímpia, que é a Capital Nacional do Folclore, na educação municipal foi destaque na mídia regional e até mesmo nacional, em reportagens de TV que mostraram o dia a dia das escolas nos preparativos para o festival, que é considerado um dos mais importantes do país.

Foi essa metodologia também, que teve início em meados da década de 50, com o professor José Sant’anna, idealizador do festival do folclore e incentivador da pesquisa e do ensino nas escolas, que culminou, recentemente, na parceria inédita da Prefeitura com a Fundação Roberto Marinho, para a nova concepção do Museu do Folclore, que irá valorizar o campo educacional sobre os estudos acerca do folclore, de forma moderna e interativa.

A participação da Educação no festival contemplou ainda a preparação da Missa em Ação de Graças e a coordenação do Espetáculo de Abertura, um dos momentos mais emocionantes da festa, que reuniu mais de 450 envolvidos, entre alunos das escolas municipais, estaduais, professores e funcionários da rede e grupos convidados.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia