Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
08
08 JUL 2022
CULTURA
Grupo homenageado do 58º FEFOL ganha exposição especial no Museu do Folclore
enviar para um amigo
receba notícias
Considerado o primeiro equipamento cultural da Estância Turística de Olímpia, o Museu de História e Folclore “Maria Olímpia” foi fundado em 1973, por iniciativa do Professor José Sant’anna, para preservar objetos relacionados à história do município e também ao Festival do Folclore.

Nos últimos anos, além da mudança de prédio físico, o acervo tem passado por readequação para valorizar as peças e promover uma experiência de visitação mais atrativa com novos mobiliários, iluminação e distribuição das exposições de forma mais adequada.

Para isso, outra novidade é que o local tem trabalhado também com mostras temporárias, seguindo a linha dos demais atrativos do município, como o Museu de Arte Sacra e a ECO. Uma delas se encontra nas salas dedicadas ao Folclore, que acabam de ganhar novos objetos em exposição referentes à Associação Folclórica Boi de Mamão do Pantanal, de Florianópolis-SC, grupo homenageado neste ano, no 58º Festival do Folclore.

No espaço, os visitantes podem conhecer características típicas da cultura catarinense e do grupo, como os personagens que compõem a apresentação artística, entre eles o boi e a boneca gigante Maricota, e os instrumentos musicais utilizados, com informações e curiosidades sobre as peças. Além disso, foi preparado um ambiente dedicado também à congada, que possui forte relação com Olímpia e é bastante presente em outros estados brasileiros.

Ainda sobre o folclore, os corredores do museu contam com fotografias sobre o Festival do Folclore, prêmio da Lei Aldir Blanc 2021, simbolizando a diversidade do festival, os primeiros anuários do Festival do Folclore e sua história de 58 anos.

Quem visita o Museu encontra ainda um acervo permanente com objetos e utensílios antigos, informações sobre a história de Maria Olímpia, da fundação do município e do Museu, além de personalidades importantes como Geremia Lunardelli, o rei do Café, sobre o próprio Professor José Sant’anna, seu acervo cultural, literário e acadêmico, e também peças do Sítio Arqueológico Maranata e a história dos povos originários da região. 

Uma outra sala exclusiva para artesanatos, com obras do artista olimpiense Miguel Moriel, com entalhe em madeira; um tear para ressaltar o artesanato têxtil; esculturas em barro e uma peça importante, um chapéu que deu origem ao trançado estrela, uma técnica artesanal de Olímpia.

O Museu de História e Folclore “Maria Olímpia” está localizado na Rua David de Oliveira, 89, Centro, aberto ao público, gratuitamente, todos os dias, das 09h às 21 horas.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia