Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
07
07 ABR 2020
SAÚDE
Quarentena reduz em mais de 55% fluxo diário de atendimentos na UPA
enviar para um amigo
receba notícias

As orientações sobre a utilização dos serviços de saúde apenas para emergências têm sido eficazes na Estância Turística de Olímpia. Prova disso é que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) apresentou redução de 55,3% no fluxo de pacientes atendidos diariamente.

As recomendações foram adotadas como forma de diminuir o risco de contágio pela Covid-19 (Coronavírus), tendo em vista que os espaços de saúde são locais com alto risco de contaminação.

Segundo um balanço da UPA, eram atendidos normalmente, na unidade, cerca de 170 pacientes por dia, mas, depois do decreto da quarentena com as medidas de distanciamento social, o atendimento caiu para uma média de 75 moradores.

A baixa procura pelos serviços demonstra que a população está atenta às orientações do Ministério da Saúde e das secretarias de Saúde do Estado e do município, reforçando a busca pelo atendimento apenas em casos extremamente necessários.

Ainda de acordo com o levantamento, no total mensal, no mês de março de 2019 foram registrados 7.198 atendimentos, enquanto em março deste ano foram 5.135, representando uma redução de mais de 28%.

Para o secretário de Saúde, Marcos Pagliuco, a diminuição de um ano para o outro é um conjunto do trabalho de orientação sobre a Covid-19 e também pode ser atribuída à gestão estratégica do município para o controle de outras doenças, como a dengue, que também influenciam no atendimento.

“No ano passado, enfrentamos uma epidemia de dengue, que, com a intensificação das ações de saúde, conseguimos controlar a doença neste ano. Isso já reduziu o atendimento e deu um fôlego para prepararmos nossas unidades para a pandemia da Covid-19. Felizmente, nossa cidade apresenta baixo risco de contágio e, com as orientações de prevenção, está sendo possível não só não sobrecarregar a UPA, como também reduzir o fluxo de atendimento, tornando o local um ambiente mais seguro para o tratamento dos pacientes com necessidades urgentes”, explica o secretário.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia