Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
25
25 OUT 2021
GABINETE
Olímpia tem excelência em gestão fiscal no índice Firjan com destaque na região
enviar para um amigo
receba notícias
Comprovando o desempenho positivo no gerenciamento dos recursos públicos, a Estância Turística de Olímpia alcançou, mais uma vez, nota de excelência em gestão fiscal. É o que revela o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (22).

Segundo o levantamento, o município atingiu nota 0.8597, a maior desde o IFGF 2015. A análise, referente a 2020, apontou que somente 11,7% dos 5.239 municípios avaliados, que representam 94,4% da população brasileira, apresentaram nível de excelência, colocando Olímpia em situação de destaque entre as prefeituras de todo o país.

Isso porque, ainda de acordo com o relatório, 57,7% das cidades verificadas estão em gestão fiscal difícil ou crítica, o que significa que a administração dos recursos públicos ainda é um desafio para mais da metade dos municípios brasileiros.

O índice de Olímpia ocupa o 303º lugar no ranking nacional e 38º no Estado de São Paulo. Já na região, o desempenho local é o melhor entre as cidades do entorno de Barretos e o 6º, considerando a área de São José do Rio Preto. Outro ponto relevante é que a média de Olímpia ficou acima da do Brasil, do Estado e de mais de 20 capitais brasileiras.

A nota é composta por quatro fatores principais que impactam a gestão dos recursos como Autonomia, Gastos com Pessoal, Investimentos e Liquidez. No caso de Olímpia, Autonomia e Gastos com Pessoal obtiveram pontuação máxima (1.0), o que significa que o município se sustenta, gerando receita suficiente para financiar a estrutura administrativa e que a despesa com folha de pagamento dos servidores está abaixo da receita e respeita os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. Nos outros dois indicadores, Investimentos e Liquidez, o município apresentou pontuação de Boa Gestão, demonstrando positiva capacidade de pagamento de débitos e despesas e satisfatório grau de investimentos em benefício da população.

No geral, de acordo com a análise apresentada no relatório, apesar das questões estruturais permanecerem, houve melhora nos índices em todo o país, sendo o IFGF de 2020 o maior da série histórica. Segundo a análise da Firjan, os fatores que tiveram grande influência para esse resultado são a maior distribuição de recursos fiscais para os entes subnacionais e a redução de obrigações financeiras no contexto da pandemia.

“Gerir os recursos públicos com eficiência sempre foi prioridade em nosso governo e o índice Firjan comprova este trabalho sério, responsável e transparente. A análise sempre considera o exercício anterior como ano-base e, com isso, é possível ver que tivemos Gestão de Excelência em todos os anos de nossa administração. A pandemia foi um desafio em todo o país, tornando 2020 um ano atípico no investimento de recursos, com grande parte alocada para as áreas de saúde e assistência e forte impacto nas atividades econômicas. Mesmo assim, nos superamos, nosso desempenho cresceu nos últimos anos e continuamos trabalhando com comprometimento para investir de maneira séria e proporcionar mais desenvolvimento para a cidade e qualidade de vida para nossa população”, avaliou o prefeito Fernando Cunha.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.7 - 04/10/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia