Ir para o conteúdo

Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura da Estância Turística de Olímpia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
20
20 MAI 2024
SAÚDE
Trabalho intensificado dos agentes no combate à dengue em imóveis é ampliado em 47% neste ano em Olímpia
enviar para um amigo
receba notícias
Para combater o ciclo epidemiológico da dengue que atinge todo o país, a Estância Turística de Olímpia intensificou o trabalho dos agentes de Controle de Vetores por todas as regiões da cidade. O reforço representa uma ampliação de 46,7% no número de ações realizadas nos imóveis, no primeiro quadrimestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo balanço do setor responsável, foram 57.461 atividades de prevenção e combate em imóveis, realizadas de janeiro a abril de 2023, enquanto, neste ano, foram 84.297 no quadrimestre. Os dados consideram os imóveis trabalhados, ou seja, aqueles que receberam de fato a ação, sem considerar os locais em que os agentes passaram, mas não tiveram efetividade por estarem fechados, por exemplo.

A nebulização portátil foi o trabalho que mais teve aumento de um ano para o outro, representando 120% de ampliação dos serviços com a máquina costal, passando de 11.574 ações, de janeiro a abril de 2023, para 25.523, em 2024. Aliado a isso, em 2023, o município não teve liberação de inseticida da regional de Saúde para nebulização veicular, não sendo realizado o trabalho. Já neste ano, 13.036 imóveis já foram contemplados, nas regiões com maior incidência de casos positivos.

Os bloqueios, que são feitos quando há casos suspeitos para a eliminação de criadouros, também apresentaram aumento considerável de 86% nas ações de um ano para o outro, reforçando contra a doença.

Vale ressaltar que a ampliação das ações, principalmente de controle e combate, está diretamente ligada ao número de casos de dengue no município, que, seguindo o cenário nacional, apresentou aumento significativo neste ano, mas os dados demonstram também o trabalho atuante da Saúde, que tem promovido uma grande força-tarefa para minimizar os danos e evitar que a doença avance ainda mais.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, Olímpia contabiliza, atualmente, 2.485 casos positivos de dengue e três óbitos confirmados. Cabe acrescentar que o grande número de casos segue uma tendência registrada em todo o país, impactada ainda pela gravidade dos sintomas, que influencia em toda a rede de saúde, com mais demanda de tratamento e hospitalização e uma lentidão maior na recuperação dos pacientes, até mesmo jovens com boas condições de saúde.

PREVENÇÃO E TRATAMENTO
Tendo em vista este contexto, a prevenção em Olímpia também está sendo diferenciada, neste ano, com ações que buscam a conscientização dos moradores, uma vez que a dengue se prolifera em ambientes propícios encontrados pelo mosquito transmissor, nas próprias residências.

Desta forma, a população é a principal aliada nesta luta, devendo eliminar os possíveis criadouros que acumulam água. Para reforçar essa orientação, um trabalho tem sido realizado com as crianças nas escolas municipais, de maneira lúdica, com vídeos, mascotes e maquetes, bem como em empresas, para levar a importância da prevenção para dentro das casas.

Por outro lado, o tratamento especializado também tem sido oferecido na rede pública com qualidade, com a implantação do Dengário, uma unidade exclusiva para pacientes acima de 15 anos, com sintomas leves, que visa prestar o atendimento médico e os procedimentos necessários para evitar o agravamento dos quadros e desafogar a UPA. Com funcionamento todos os dias, das 07h às 18 horas, a unidade atende uma média de 130 pessoas por dia.

A vacina contra a dengue apresenta baixa procura, mas está disponível na rede para crianças e adolescentes de 10 a 12 anos, seguindo as orientações do Estado. Ações, trabalho direcionado e tratamento especializado, em todas as frentes, conciliando prevenção, busca ativa e cuidado, para reforçar a rede de Saúde e combater o avanço da doença em Olímpia o máximo possível.
 
Secretarias Vinculadas
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia